Macarani

O nome Macarani é de origem indígena e significa "Gruta dos índios Caranys", pertencentes a tribo dos Botocudos, antropófagos que habitavam a região. A história de Macarani está ligada a do município de Vitória da Conquista, de onde foi retirado o Município de Encruzilhada (em 1º de janeiro de 1922), o qual tinha Macarani como distrito. Da sua fundação até hoje já se passaram 71 (setenta e um) anos, muitas coisas importantes aconteceram, muitas pessoas mereceram gravar seus nome nesta história e contribuíram para o desenvolvimento da cidade. Dentre as pessoas, podemos citar Joviniano Neres de Carvalho, que na companhia de Antônio Caires Pinheiro e Damásio Ferreira, fundou o Arraial de Macarani. A escritura do terreno foi lavrada no mês de maio de 1992, em Itambé, naquela época conhecida como Verruga. A primeira casa foi edificada no atual largo São Pedro.Devem ser lembrados como primeiros lutadores em favor do novo arraial, além dos fundadores já citados, Joaquim Dagno.

A primeira feira semanal de Macarani aconteceu em 27 de agosto de 1926, quando foi inaugurado o Mercado Público, onde hoje funciona a Mercearia Antunes, construído com doações do povo. Foi uma grande festa popular. O orador oficial foi o Dr. Raul Borges Reis. O Prof. Eustáquio Blesa Serrano falou em nome do Conselho Administrativo de Encruzilhada. Pelo Decreto Lei nº 141 de 31 de dezembro de 1943, a sede do município de Encruzilhada foi transferida para o Município de Macarani. A instalação oficial se deu no dia 3 de abril de 1944.



Prefeitura Municipal de Macarani - Av. Camilo de Jesus Lima, 101 Centro, 45760-000 Macarani-Ba